09/06/2012

Arraiá do Montessori inova em apresentação e reúne mais de mil pessoas

A Escola Nossa Senhora das Dores (Montessori) realizou na última sexta-feira (8), o Arraiá do Montessori e reuniu alunos, pais, professores e funcionários no Centro Pastoral João Paulo ll, em Artur Nogueira. Cerca de mil pessoas participaram do evento, que homenageou a cultura e os costumes nordestinos. “A ideia foi renovar e trazer uma festa diferente, […]

A Escola Nossa Senhora das Dores (Montessori) realizou na última sexta-feira (8), o Arraiá do Montessori e reuniu alunos, pais, professores e funcionários no Centro Pastoral João Paulo ll, em Artur Nogueira.

Cerca de mil pessoas participaram do evento, que homenageou a cultura e os costumes nordestinos. “A ideia foi renovar e trazer uma festa diferente, mais divertida e rica culturalmente”, afirma a coordenadora pedagógica, profª Raïssa Lenz.

Diferente dos anos anteriores, os alunos do Montessori, de 2 a 17 anos de idade, se uniram para apresentação de um único espetáculo, com aproximadamente uma hora de duração.

Com apenas um mês de ensaio, os estudantes dançaram e cantaram forró, caroço, cacuriá, frevo, xote, maracatu, baião e xaxado. Logo em seguida, os pais também entraram na festa e apresentaram a tradicional quadrilha junina.

O projeto pedagógico promoveu, antes das apresentações, trabalhos dentro da sala de aula, envolvendo pesquisas de cultura, costumes, culinária, religiosidade e ritmos da região brasileira. “Os alunos tiveram a oportunidade de vivenciar e conhecer melhor o nordeste, que é tão rico em tradição e folclore”, afirma Raïssa.

A animação da festa ficou por conta do Trio Labamba. Os ensaios foram conduzidos pelos professores Cicero (percussão), Fabiana (dança) e Jade (teatro e música).

O público também pode degustar delícias da culinária junina e nordestina, preparadas por professores e pais, sob o comando da diretora da escola, profª Terezinha Cunha Claro Lenz Dutra.

A festa estava programada para ser realizada em frente ao Montessori, como acontece anualmente, mas foi alterada para o Centro Pastoral devido à chuva.

 


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.