16/03/2018

Após prisão temporária, suspeito por assassinato nega crime em Artur Nogueira

Prisão temporária deve durar 30 dias, período no qual a Polícia Civil reunirá provas do crime

Da redação

O ex-amásio de Ana Paula de Araújo dos Santos, suspeito pelo assassinato da jovem, se apresentou à Polícia Civil no final da tarde desta quinta-feira (15). Ele teve a prisão temporária decretada. Em entrevista ao Portal Nogueirense, o delegado titular da unidade declarou que o investigado negou de forma veemente o crime ao comparecer na Delegacia da cidade.

Conforme o delegado de Polícia Civil, Dr. Lúcio Antônio Petrocelli, o ex-amásio de Ana Paula, morta a disparos de arma de fogo na noite de 6 de março, alegou não ter sido o autor do crime. Depois de se apresentar à unidade policial na presença do advogado, ele disse que havia deixado a cidade ao temer represarias populares por decorrência do assassinato e, também, por ter sido apontado como suspeito, fato que repercutiu na imprensa local e regional.

“Ele alegou que no dia seguinte ao ocorrido tinha ido fazer uma entrega à trabalho na região, quando começou a receber ligações de familiares, tendo a informação de que era o suspeito da morte dela. Com medo de voltar à cidade, ele ficou pernoitando fora do município com receio de retornar”, declarou Petrocelli.

Em relação à ocasião do assassinato, o suspeito afirmou que estava em uma lanchonete no Centro do município e ficou sabendo de tudo o que aconteceu somente depois, através da imprensa. O ex-companheiro de Ana Paula acrescentou ainda ao delegado que não possui moto, mas sim a atual namorada dele, embora, com características diferentes da que foi, supostamente, usada para o crime.

A prisão temporária dele deve durar 30 dias. Após esse período, a delegacia apresentará um inquérito ao Fórum da cidade com o resultado das investigações e a apuração de possíveis provas que indiquem o ex-amásio, ou ainda, outro suspeito como suposto autor do homicídio. Caso seja realmente comprovada a autoria do investigado, ele permanecerá preso. “O motivo da prisão temporária dele ainda não é nada concreto, ele continua sendo um suspeito. Agora, vamos trabalhar nesse período, continuar a ouvir testemunhas e receber o laudo pericial”, finaliza o delegado.

O investigado está em reclusão no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sumaré (SP).

Leia mais

Polícia prende suspeito de matar mulher a tiros em Artur Nogueira

Parentes de vítima assassinada em Artur Nogueira prestam depoimento na Delegacia

Delegado de Artur Nogueira suspeita de crime passional em assassinato

Ana Paula de Araújo dos Santos, moradora de Artur Nogueira, falece aos 28 anos

Mulher é assassinada a tiros em Artur Nogueira

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.