20/08/2018

Após briga entre vereadores, moradores lotam Câmara de Artur Nogueira

Durante a reunião, carros da Polícia Municipal permaneceram na porta do prédio para conter qualquer incidência de tumulto

Da redação

A 18ª Sessão Ordinária de Artur Nogueira foi marcada pela presença de um grande público. Após o desentendimento entre o vereador Rodrigo de Faveri (PTB) e o presidente da Casa de Leis Ermes Dagrela (PR), na última semana, dezenas de munícipes assistiram à plenária desta segunda-feira (20). Durante a reunião, carros da Polícia Municipal permaneceram na porta do prédio para conter qualquer incidência de tumulto.

No início da sessão – que começou com 20 minutos de atraso -, o vereador Rodrigo de Faveri (PTB) pediu o afastamento do presidente da Câmara Municipal, Ermes Dagrela (PR). Faveri (PTB) alega ter sido agredido por Ermes (PR) e pelo filho dele, Ermes Dagrela Junior, na última quinta-feira (16).

O caso foi parar na Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira. Em depoimento ao delegado da unidade policial, Dr. Lúcio Antônio Petrocelli, Faveri (PTB) negou qualquer ato de violência contra o presidente do Legislativo, Dagrela, e o filho do presidente da Câmara. Já Ermes Dagrela e o filho dele alegaram que agiram em defesa após terem sido agredidos de forma verbal e física.

O caso está sendo apurado pela Polícia Civil.

Leia mais

Rodrigo de Faveri pede afastamento de Ermes Dagrela

Ermes Dagrela se defende de acusações de agressão

Comissão de Ética deve analisar caso de agressão em Artur Nogueira

Saean pode ter motivado briga entre vereadores

Ermes vai à delegacia e registra queixa contra Faveri

Presidente da Câmara de Artur Nogueira agride Rodrigo de Faveri

“Com edital errado, não sou a favor da privatização do Saean”, diz Ermes

.……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.