18/05/2014

HOJE: Oficina ensina como produzir documentários em Artur Nogueira

Aula será ministrada pelo cineasta, fotógrafo e produtor Christian Saghaard. Programa faz parte do Ponto Mis

Ainda estão abertas as inscrições para a Oficina “Câmera no Trombone”, que acontece hoje, quinta-feira (22), às 13 horas, no Centro Cultural ‘Tom Jobim’ em Artur Nogueira. A oficina tem como objetivo aproximar os nogueirenses do universo cinematográfico, trazendo aos participantes técnicas e dicas de como produzir documentários.

Quem ensinará as técnicas é o cineasta, fotógrafo e produtor Christian Saghaard, que trabalha há 20 anos em festivais e projetos de exibição. Já dirigiu seis filmes de curta-metragem e é Idealizador do projeto Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual, apresentando mais de 80 oficinas para jovens de várias regiões do estado de São Paulo. Coordena a oficina audiovisual Câmera no Trombone, realizado pela Catú Filmes.

As vagas para participação do projeto são limitadas e se estendem a apenas 25 pessoas, sendo exigido idade mínima para participação, 7 anos. Os alunos devem levar uma câmera, podendo ser o aparelho celular, ter em mãos o RG e CPF, além de levar caneta e papel para anotações.

O programa faz parte do Ponto Mis, projeto do Governo do Estado que promove mensalmente a interação cultural através de oficinas e filmes gratuitos.  As inscrições podem ser feitas no Centro Cultural Tom Jobim ou pelo telefone (19) 3877-3579.

Ponto Mis

O ‘Pontos MIS’ é um programa que visa promover a formação de público e a circulação de obras do cinema, estabelecendo parcerias com as cidades do estado para criar pontos de divulgação audiovisual. O programa é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som – MIS e as cidades do Estado.

O MIS entra com a programação e o material de divulgação e a cidade com a infraestrutura necessária. Mensalmente é enviado um programa de filmes diferentes para ser exibido, na maior parte das vezes composto por 1 curta e 1 longa-metragem.

A importância do programa é buscar a democratização do acesso ao cinema, a fim de contribuir para a formação de plateias, a divulgação de filmes e o estímulo da produção local.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.