19/11/2018

Acusado de homicídio tentado vai a júri popular em Artur Nogueira

Acusado responde pelo delito cometido em maio de 2013

Da redação

A Câmara de Vereadores de Artur Nogueira sediará uma sessão de júri popular nesta segunda-feira (19), relacionada a uma acusação de homicídio tentado, ocorrido em 2013. O réu, que já está em regime de reclusão, receberá condenação ou absolvição do júri na ocasião da sessão.

A acusação contra o réu é referente ao delito de tentativa de homicídio que aconteceu em maio de 2013. Conforme descreve o Boletim de Ocorrência (B.O.) registrado na Delegacia de Polícia Civil sobre o ocorrido, agentes da Polícia Militar (PM) haviam sido solicitados a comparecerem na Rua Alcindo Simões, bairro Nosso Chão. No local havia duas pessoas feridas por disparos de arma de fogo.

Os policiais se deslocaram ao referido endereço, tendo a informação de populares de que as vítimas, sendo pai e filho, já haviam sido socorridas e levadas ao Pronto-socorro do município. Em diligência à unidade médica, os oficiais tiveram contato com uma das vítimas, um rapaz de 26 anos na época. O denunciante informou aos agentes que ele e, mais um homem de 51 anos, tinham sido alvejados com o uso de uma arma de fogo por um indivíduo de vulgo ‘Cal’.

O acusado de ter atirado contra os dois homens havia fugido do local logo após o fato. Após o atendimento no Pronto-Socorro, as duas vítimas receberam transferência ao Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP). Desde então, mediante investigações e por meio de relato de testemunhas, o denunciado passou a ser procurado pela Justiça, permanecendo foragido.

Passados quatro anos e oito meses após o delito, o indiciado foi encontrado e detido por policiais civis em Dracena (SP), depois de um mandado de prisão preventiva ter sido expedido contra ele pelo juiz do Fórum de Artur Nogueira, sob a acusação de homicídio tentado. Com a prisão, o acusado, hoje com 32 anos, ainda permanece preso e passará pelo júri nesta segunda-feira (19). Durante a sessão, ele poderá ter a prisão prorrogada ou, também, posto em liberdade condicional.

O júri deve ter início a partir das 9h30, na Câmara de Vereadores de Artur Nogueira. A entrada para que os trabalhos judiciais sejam acompanhados é livre à população. A sessão deverá contar com reforço policial.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.