17/05/2019

Acusado de esfaquear morador em Artur Nogueira se entrega à polícia

Indiciado esteve na unidade de Polícia Civil da cidade na presença de um advogado; Delito ocorreu no último domingo (12)

Da redação

O acusado de ter esfaqueado um morador de Artur Nogueira se apresentou à Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (16). O delito ocorreu no domingo (12), no Parque Itamaraty. A vítima, de 61 anos, faleceu devido aos ferimentos.

Conforme o Boletim de Ocorrência (B.O.), uma briga entre a vítima João Cardoso Farias, de 61 anos, e o acusado, de 51, teria motivado o crime. A confusão ocorreu na Rua Vicente Peloia, por volta da meia noite do domingo (12). Na ocasião, policiais militares foram acionados à comparecerem ao Pronto Socorro da cidade, onde tiveram contato com os familiares do munícipe ferido, morador do Parque Itamaraty.

Ao ser esfaqueado pelo autor, João Cardoso foi socorrido e levado em uma ambulância à unidade de saúde, mas entrou em óbito após cerca de duas horas. Em posse das características do acusado e do endereço em que ele poderia ser encontrado, os oficiais se deslocaram à casa de familiares do mesmo, também no Parque Itamaraty.

Apesar da procura em capturar o suposto autor, o mesmo não foi encontrado no local. Os parentes dele disseram que estiveram fora no período da noite e, ao chegarem, notaram que a bicicleta dele e uma faca estavam no local. A faca que teria sido utilizada no crime foi encontrada no imóvel, apreendida e enviada para perícia.

Após permanecer foragido por quatro dias, o suspeito pelo delito se apresentou à Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira na manhã desta quinta-feira (16), conforme informou o setor de Investigações da PC do município. Ele estava na presença de um advogado. Na ocasião, o suspeito prestou depoimento em um interrogatório e recebeu voz de prisão, pois um mandado de prisão temporária (30 dias) havia sido expedido em desfavor dele. Ele teria assumido o crime.

Após as formalidades realizadas na unidade policial, o indiciado foi conduzido à Cadeia de Santa Bárbara d’Oeste (SP), onde permanece à disposição da Justiça. O caso, tratado por enquanto como homicídio, continuará a ser apurado pela Polícia Civil.

O corpo de João Cardoso Farias foi sepultado na manhã da última terça-feira (14), no Cemitério Municipal de Artur Nogueira. Natural de Monte Azul (MG), João trabalhava como motorista. Ele deixa a esposa Maria, além dos filhos Celso, Samuel, Silas, Lucas, Célia e Celma.

Leia também:

Idoso morre após ser ferido a golpes de faca em Artur Nogueira

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.