27/09/2018

Com ressalvas, crédito de R$ 6 milhões é aprovado pela Câmara de Artur Nogueira

Decisão foi unânime, porém os vereadores, que haviam votado contra a dispensa de pareceres do PL anteriormente, fizeram observações com relação a aplicação da verba

Da redação

O Projeto de Lei (PL) 038/2018, solicitado pelo prefeito Ivan Vicensotti (PSB) em regime de urgência especial, foi aprovado na tarde desta quinta-feira (27) durante uma Sessão Extraordinária. O documento prevê e autoriza que a prefeitura efetue uma suplementação no município, abrindo um crédito de R$ 6.275.942,47. A decisão foi unânime, porém os vereadores, que haviam votado contra a dispensa de pareceres do PL anteriormente, fizeram observações com relação a aplicação da verba.

Davi da Rádio (DEM), Rodrigo de Faveri (PTB), Zé Pedro Paes (PSD), Lucas Sia (PSD) e Adalberto Di Lábio (PSDB) rejeitaram o pedido de dispensa de pareceres do PL na primeira Sessão Extraordinária que foi convocada pelo Poder Executivo. Após a decisão, os mesmos parlamentares redigirem uma emenda ao documento, onde foram propostas algumas alterações na redação original do registro.

Segundo os edis, faltavam informações que pudessem justificar a solicitação da suplementação no município nogueirense. Adalberto de Lábio (PSDB) foi o primeiro a falar e apontou algumas ressalvas. “Me faltava dados para que eu pudesse entender o projeto. A verba vai ajudar o prefeito a investir em algumas áreas do nosso município, porém – com R$ 6 milhões – Artur Nogueira não será salva”, acredita.

Davi da Rádio (DEM) contou que quando o projeto chegou na Câmara, causou muita preocupação. “Nós estamos vivendo dias e meses de caos na administração pública. Está faltando muita coisa e recebemos um projeto com pedido de dispensa de pareceres, sem nenhuma informação completa. E a população sofrendo. Nunca vi uma situação como esta em Artur Nogueira”, lamentou.

Lucas Sia (PSD) disse que não votou contra o projeto, mas contra a dispensa de pareceres por falta de informações. “Com um governo que está sem credibilidade, nós precisamos apurar e investigar. Precisávamos de tempo”, afirmou. E acrescentou que a atual gestão está com o sinal vermelho acesso, pois “não tem preparo”.

Zé Pedro Paes (PSD), que também votou contra a dispensa de pareceres, mostrou a preocupação em resolver “o problema”. “Jamais nós fomos contra a população. Houve muitos equívocos no projeto. Esperamos que esse dinheiro possa ser útil na merenda, nos itens básicos e que possa ajudar, principalmente, na área da saúde”, frisou.

Rodrigo de Faveri (PTB), por fim, lembrou que é comum o fato de aprovar suplementações no decorrer do ano. “Esse R$ 6 milhões não é única e exclusivamente de arrecadação. Parte do valor é de cancelamento de obras e reformas em uma gestão que não construiu nada até o momento. Que esse dinheiro seja de responsabilidade em atender o nosso município”, expôs.

Lari Baiano (PSC) também tomou a palavra e agradeceu aos vereadores que votaram à favor da dispensa de pareceres do projeto, contudo criticou os outros cinco que rejeitaram. “Infelizmente, fomos derrotados. Precisávamos de dois terços da câmara mas não aconteceu”, contrapôs. E ainda teceu elogios à atual gestão, principalmente nos setores de Saúde, Educação e Infraestrutura. “Querem barrar o trabalho do prefeito”.

Os demais assuntos apontados pelos parlamentares serão abordados em outras matéria veiculadas pelo Portal Nogueirense.

Leia mais

Vereadores rejeitam dispensa de parecer de projeto da prefeitura de Artur Nogueira

Ivan lamenta rejeição da Câmara e diz que serviços essenciais serão afetados

Ivan pede autorização para abrir crédito de R$ 6 milhões com urgência

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.