20/08/2010

3º Torneio do Bem arrecada mais de 100 cestas básicas em Artur Nogueira

Mantimentos serão doados à Associação Jovem Aprendiz

Da redação

O 3º Torneio do Bem aconteceu neste domingo (20) em Artur Nogueira. O evento, sediado pela Escola de Futebol Chute Inicial do Corinthians, reuniu cerca de 200 pessoas e arrecadou mais de 100 cestas básicas, que serão revertidas para a Associação Jovem Aprendiz – AJA. A competição teve a participação dos ex-jogadores do Corinthians Vitor, Zenon, João Paulo e Batata.

Diversos comerciantes da região apoiaram o evento, que também contou com a parceria das bandas Hora Exata e Finder. A Polícia Militar, Guarda Municipal e o Departamento de Segurança e Trânsito de Artur Nogueira, juntamente com a Ambulância de Americana, estiveram presentes para dar suporte caso necessário. Os jogos tiveram início às 9h e continuaram o dia todo. Os participantes foram divididos em 10 equipes, que receberam camisetas do torneio e medalhas ao fim do campeonato.

Para Evandro Martins (Zulmira), idealizador do projeto, o evento foi um sucesso. “Além das cestas básicas, conseguimos muitas parcerias que colaboraram com tudo”, afirma. Zulmira comenta que até o clima favoreceu para que os jogos acontecessem como planejado. “Agradeço a Deus, pois, mesmo numa semana chuvosa, hoje o sol apareceu pera permitir que prosseguíssemos com o projeto”, declara. O organizador do evento também manifestou felicidade em ter os ex-jogadores do Corinthians participando da competição. “Hoje temos o Vitor, Zenon, João Paulo e o Batata conosco”, explica. “Apenas o Dinei não pôde vir, pois está de luto pelo avô que faleceu ontem”, finaliza. Antes dos jogos, todos fizeram um minuto de silêncio em memória ao falecido avô do ex-jogador.

Os atros do dia também demonstraram entusiasmo ao participar da competição. O craque João Paulo tem o costume de se envolver em jogos beneficentes. Segundo Batata, apesar da grande expectativa para o jogo, o foto principal é a ajuda à causa. Vitor participa do evento há três anos e garante que essa é uma maneira de contribuir todo o reconhecimento que tiveram das pessoas ao longo da carreira. Já para Zanon, que aceita o convite pela primeira vez, a vitória na competição é apenas consequência do futebol que é apresentado. “Fico feliz em participar, principalmente por se tratar de uma finalidade nobre”, afirma. “Mais importante do que a competição é a confraternização”, explica o jogador.

O nogueirense Alexandre Fernandes, que se inscreveu para jogar em um dos times, conta que além de ajudar a instituição, veio para ter momentos de alegria junto à família.  Aparecida Neres da Silva, promotora de vendas,  foi até o local para acompanhar o filho, que é fanático por futebol. Já empresário Luiz Pagani (dono da Esfiharia Pagani) também se envolveu na causa, como um dos patrocinadores. “Esses projetos são importantes pois desenvolvem uma cidade mais humana e justa”, afirma o empresário. Luiz pretende continuar se envolvendo nos outros anos.

Maicon Willian, de 20 anos, esteve presente na abertura dos jogos para representar o AJA. O jovem, que está empregado graças ao projeto, agradeceu os presentes pelo apoio à instituição. Para ele, esse tipo de evento contribui para a subsistência do programa que ajuda milhares de jovens da cidade e região. “Foi bem triste termos perdido o apoio da Petrobrás, mas estes eventos mostram que a população de Artur Nogueira se importa conosco”, afirma Maicon. “Assim como eu, muitos outros jovens tiveram as vidas transformadas por causa do AJA, e em nome dele que eu agradeço à todos”, finaliza.

Confira fotos do evento:

 

 


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.