06/12/2017

Vereador vê “problema sério” em orçamento de Artur Nogueira para 2018

Cristiano da Farmácia (PR) afirmou que município tem mais de R$ 4 milhões de dívidas para pagar no ano que vem

Da redação

O vereador Cristiano da Farmácia (PR) demonstrou preocupação com o Orçamento Municipal de Artur Nogueira para 2018. Segundo ele, há um “problema sério”, pois a administração precisará pagar mais de R$ 4 milhões em dívidas no próximo ano. A afirmação foi feita durante a sessão desta segunda-feira (4) da Câmara Municipal.

“No meu ponto de vista, estamos com um problema sério com o orçamento municipal”, declarou em plenário. Segundo ele, o ano começou com uma “bomba” – um financiamento da dívida da Prefeitura de Artur Nogueira com o Fundo de Previdência Municipal (Funpreman) cujas parcelas alcançavam a marca de R$ 500 mil por mês. “Impagável”, destacou.

Após um novo refinanciamento aprovado no começo do ano, as parcelas foram reduzidas para pouco mais de R$ 200 mil mensais. “Até o momento, foram pagas três parcelas do financiamento, dando um total de R$ 688 mil reais. Considerando a prestação de dezembro, vamos pagar até o final do ano o valor de R$ 918 mil ao Funpreman”, detalhou.

De acordo com Cristiano (PR), em 2018 serão pagos, no total, cerca de R$ 2.760.000 ao fundo de previdência para diminuir a dívida. O problema para o parlamentar é que, além dessa conta, o município também terá de pagar R$ 2 milhões ao Governo Federal como contrapartida pela construção das Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) da cidade. “E o que acontece? De onde vamos tirar mais R$ 2 milhões?”, indagou ao conversar com o Portal Nogueirense.

Segundo ele, o não pagamento dessa dívida terá consequências séria para o município. “Se não pagarmos a contrapartida, nós teremos que devolver ao Governo Federal R$ 9 milhões”, alertou.

O vereador ainda comentou o aumento de repasses tributários que Artur Nogueira terá em 2018. “Nós vamos ter uma entrada adicional de R$ 1.900.000”, explicou. No entanto, ele continua preocupado, porque o valor é menor que a dívida total. “Como resolver essa questão financeira? É como ganhar R$ 1 mil por mês e ter R$ 10 mil de dívidas para pagar”.

“Problema de gestão”

Para o vereador Lucas Sia (PSD), o pagamento das dívidas não passa de um cumprimento das obrigações do Poder Executivo. “Na verdade, é uma lei que deve ser cumprida. [A prefeitura] não está fazendo mais do que o que deveria ser feito”, afirma. Na opinião dele, o aspecto mais preocupante não é a possível falta de dinheiro, mas a forma como os valores são administrados.

“É o menor valor de parcelamento que já foi realizado. E continuo achando que a prefeitura está com problema de gestão. Algumas situações vistas no município, como o abandono municipal, não são por questão financeira, mas por má gestão”, acentua.

Prefeitura

Em resposta ao Portal Nogueirense, a Prefeitura de Artur Nogueira enviou a seguinte nota:

“Sobre o orçamento para 2018, é importante esclarecermos que foi superestimado e não levou em consideração alguns fatores importantes, entre eles, a atual situação econômica do país, onde, infelizmente, muitos cidadãos estão com dificuldades para quitar seus débitos. O orçamento para o próximo ano está planejado levando em conta diversos possíveis imprevistos. Nenhum serviço deve ser deixado de ser prestado, a economia deve ser mantida em 2018, assim como neste ano, onde até as linhas de celulares foram cortadas. Saúde, Educação e Segurança, continuarão recebendo o máximo de atenção da Prefeitura, fortalecendo ainda mais os pilares da nossa cidade.

Quando falamos em debito com o Funpreman, é importante salientarmos que a atual dívida do município, trata-se de acordos e obrigações não cumpridas durante anos no passado. A atual gestão começou o ano com muita dificuldade, pois havíamos perdido a CND e a CRP em meados de 2016, os documentos foram recuperados em meados de 2017, depois de intensas negociações que resultaram no parcelamento da dívida de quase R$ 46 milhões, em mensalidade de R$ 232 mil mensais. Além de cumprir com o que foi acordado e pago as parcelas mensalmente, a Prefeitura vem honrando com o compromisso ao Fundo rigorosamente em dia, ou seja, além de diminuir a dívida municipal, está evitando que outros débitos se acumulem ao longo dos anos.”

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.