05/01/2017

Sumiço de calcinhas vira caso de polícia em Artur Nogueira

Vítima relata que ladrão devolve peças íntimas após furto

Da redação

Uma moradora do Parque dos Ipês, em Artur Nogueira, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) após ter a casa invadida e calcinhas furtadas por diversas vezes nos últimos meses. O caso foi registrado durante a tarde desta terça-feira (3) na Delegacia de Polícia do município.

8996fc8c-551b-41e6-8aba-3e143d64bfae-copia-copia-1483543496

Furtos ocorrem no Parque dos Ipês

A moradora, de 28 anos, trabalha como feirante junto com o esposo. Na última ocasião que aconteceu o furto, ela havia se ausentado da casa no período da tarde, durante a quarta-feira (28). Na manhã do dia seguinte, ela foi comunicada por um morador do bairro que um homem havia pulado o muro da casa e, posteriormente, fugido. A vítima então notou que calcinhas haviam sido furtadas.

Durante o registro da ocorrência, a moradora relatou que não é a primeira vez que peças íntimas são levadas. Anteriormente, pelo menos quatro calcinhas já tinham sido subtraídas e, de forma intrigante, as peças reapareceram jogadas em diferentes locais da casa, como quintal, banheiro e, até mesmo, em uma gaveta no quarto. Uma das janelas da casa e uma porta não têm grade, o que pode ter facilitado a entrada do autor.

Em contato com o Portal Nogueirense, a vítima disse que os furtos de peças íntimas vêm ocorrendo há cerca de três meses. A moradora desconfia de que seja alguém do mesmo bairro que esteja promovendo os furtos. “Moro com minha família neste bairro há 10 anos, nunca passamos por isso. É uma coisa muito constrangedora, uma invasão de privacidade”, lamenta a vítima.

A moradora aguarda adquirir provas concretas para reforçar a denúncia já feita junto a Delegacia e, desta forma, identificar o autor dos delitos.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.