06/12/2017

Saean comenta sobre contas altas e troca de hidrômetros

Encontro, convocado pelos vereadores Davi da Rádio (DEM) e Lucas Sia (PSD), contou com participação de munícipes e representantes do Serviço de Água e Esgoto de Artur Nogueira

Da redação

Uma reunião foi realizada no Salão Nobre da Câmara Municipal para discutir o preço das contas de água em Artur Nogueira. O evento foi realizado na noite desta terça-feira (5) e contou com participação de (poucos) munícipes, dos vereadores Davi da Rádio (DEM) e Lucas Sia (PSD), da advogada do Serviço de Água e Esgoto de Artur Nogueira (Saean), Gabriela Montoya, e do presidente da autarquia, João Santarosa.

A reunião foi organizada por inciativa dos dois parlamentares depois que muitas reclamações foram feitas em redes sociais por moradores de Artur Nogueira a respeito de aumentos repentinos nas contas mensais. E não foi a primeira vez que isso aconteceu: em fevereiro, o assunto já havia sido tema de uma reportagem do Portal Nogueirense e, também, foi debatido na Câmara Municipal.

A nogueirense Nathalia Marangone foi uma das moradoras da cidade que teve problema com o preço da conta de água e que compareceu à reunião. De um mês para o outro, o valor cobrado subiu drasticamente, indo de R$ 72 para mais de R$ 200 – e, no caso dela, não houve troca de hidrômetro recentemente nem alteração no consumo de água.

Além disso, a conta impressa trazia uma pequena informação misteriosa: “ocorrência 21”. Ela procurou o atendimento do Saean, mas não souberam lhe explicar o que significava “ocorrência 21”, e disseram que a notificação resultaria em cobrança para ela. Felizmente, na audiência desta terça-feira (5), ela conseguiu conversar com os representantes do Saean e teve suas dúvidas sanadas.

“A reunião de hoje foi muito positiva para termos um entendimento total do que aconteceu e do que são os códigos, como eles esclareceram”, afirma. “E foi como eu disse, faltou um pouco de comunicação [antes da reunião]. Se houver comunicação de ambas as partes, há entendimento”, pontua Nathalia.

Davi da Rádio (DEM) também reforça a necessidade de se melhorar a comunicação entre a autarquia e a população. “Eu acredito que o que faltou foi realmente uma comunicação. Se tivesse havido uma melhor comunicação, se as pessoas tivessem sido atendidas da maneira que elas esperavam ser atendidas, teríamos evitado tudo o que aconteceu aqui”, analisa.

Em resposta aos questionamentos dos nogueirense presentes na reunião, a advogada da autarquia afirmou que providenciará o mais rápido possível uma forma de disponibilizar à população informações sobre o que são os códigos das ocorrências que aparecem em algumas contas. Segundo Gabriela, pequenos folders informativos serão distribuídos aos munícipes todo mês juntamente com as contas.

Segundo Davi (DEM), organizar a reunião faz parte das obrigações legislativas de fiscalização do Poder Público. “O Saean é uma autarquia, então nós temos também a responsabilidade de fiscaliza-lo, como qualquer órgão público”, comenta. Segundo o parlamentar, o Saean atendeu prontamente o convite dele para prestar esclarecimentos à população.

“Então eu vejo como muito produtiva essa reunião. Ela atendeu a nossa expectativa, ainda que esperássemos um número maior de pessoas aqui”, comenta o parlamentar. Apenas oito moradores da cidade compareceram ao encontro, ainda que as postagens sobre o assunto na internet tenham centenas de comentários.

João Santarosa considerou o encontro esclarecedor – para ambas as partes. “Eu acho que em toda reunião, em toda reclamação, a população tem que ser esclarecida. O órgão público tem a obrigação de passar para a população o que que realmente está acontecendo”, declara o presidente a autarquia.

“Eu detectei que algumas das reclamações aqui tinham fundamento, como o fato de não saber distinguir os códigos que nós utilizamos lá dentro. Então é importante que a população tenha esse conhecimento”, ressalta Santarosa. Além disso, ele também reforçou o compromisso do Saean de imprimir folders e cartazes para deixar as informações mais claras aos usuários do serviço.

Lucas Sia (PSD) destaca que o encontro foi muito produtivo. “As pessoas que estavam na reunião conseguiram dar muitas sugestões, que foram aceitas pelo Saean. Elas saíram satisfeitas, e, agora, a autarquia vai se empenhar mais em esclarecer algumas questões que a população tem dúvidas”, afirma. “Foi uma reunião muito positiva”.

Hidrômetros

Durante a reunião, a troca de hidrômetros também foi discutida pelos presentes. Havia ainda algumas dúvidas sobre a necessidade da troca, defeitos nos aparelhos e efeitos sobre as cobranças mensais – lembrando que a troca de hidrômetros foi a principal justificativa dada pela Prefeitura de Artur Nogueira no começo do ano para o aumento do valor das contas.

Segundo Santarosa, a troca dos aparelhos é uma exigência da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Ares-PCJ), que também determina o valor das tarifas de água no município. Isso porque os hidrômetros possuem vida útil média de cinco anos – e a muitos deles em Artur Nogueira tinha mais de 20 anos.

Assim, Santarosa e Gabriela explicaram que os hidrômetros velhos não marcam corretamente o consumo de água e, por isso, houve mudança no preço das contas após a troca deles. Segundo eles, os aparelhos antigos acabam cooperando para o desperdício de água na cidade. Por isso a necessidade de trocá-los.

Os representantes da autarquia disseram que todos os hidrômetros de Artur Nogueira devem ser trocados em cerca de cinco anos, quando então a rede de água da cidade (que ainda possui muitas adutoras feitas de amianto) será também substituída por inteiro. Dos aparelhos que foram substituídos até o momento, apenas 2% apresentaram problemas, de acordo com Santarosa.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.