25/03/2016

Revitalização da Lagoa dos Pássaros aumenta frequência de nogueirenses no local

A frequência de nogueirenses e visitantes na Lagoa dos Pássaros vem aumentando cada vez mais. O principal motivo foi a revitalização que o local teve, com a construção de um novo lago, vários jardins, além de iluminação e calçamento. Segundo a Prefeitura, há um novo projeto para que a parte antiga da Lagoa também passe por melhorias.

O governo municipal investiu R$ 300 mil na reforma da Lagoa dos Pássaros. As obras incluíram no espaço um mini lago, um local para apresentações culturais e melhorias na pista de caminhada e na iluminação. Como resultado, centenas de pessoas passaram a visitar a lagoa todos os dias para realizarem atividades variadas. “Hoje vemos pelo menos três vezes mais pessoas passeando por lá e vem gente da cidade inteira” afirma o prefeito Celso Capato.

IMG_3193

Segundo ele, a Lagoa dos Pássaros era um lugar escuro e perigoso à noite, e que costumava inundar quando chovia. “Era um espaço subutilizado no meio da cidade”, aponta. Capato afirma que a parte antiga da Lagoa também será reformada. “O mesmo padrão de calçada que tem na parte nova, terá na antiga, assim como novas plantas”, promete. Segundo ele, só falta a liberação de verbas para que as obram tenham início.

Após a reforma, a Lagoa dos Pássaros se tornou ponto de encontro de amigos e é muito procurado por quem busca se exercitar, seja correndo, pedalando, andando de patins ou praticando zumba. O local também é utilizado para o Campeonato de Pesca e para a realização de atividades que beneficiem a população.

“Buscamos recursos para revitalizar também o Balneário Municipal, onde queremos urbanizar, iluminar, colocar calçadas e estações de ginástica”, continua o prefeito. De acordo com ele, falta dinheiro, mas o projeto a Prefeitura está fazendo.

MEMÓRIA: Relembre a história da Lagoa dos Pássaros

IMG_3170


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.