20/11/2016

“Representarei os nogueirenses com dignidade e competência”, declara professor Adalberto

Vereador eleito pela primeira vez em Artur Nogueira diz que fará a diferença na Câmara

Natural de Rondonópolis (MT), Adalberto Di Labio mora em Artur Nogueira há 17 anos. Este ano ele completa duas décadas de dedicação exclusiva à educação. E, foi durante esse período, que conquistou a confiança dos nogueirenses no ambiente escolar. Ao longo dos anos de trabalho, analisou o cenário político da cidade e decidiu se candidatar ao cargo de vereador. Perdeu duas eleições – 2004 e 2012 -, no entanto na terceira tentativa obteve êxito nas urnas. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), professor Adalberto mobilizou 478 eleitores a seu favor.

Formado em três graduações, Matemática, Administração e Teologia, Di Labio se sente preparado para exercer sua função no Legislativo. Casado e pai de dois filhos, ele afirma que vai assumir o cargo e dar uma nova cara para a cidade. “Com certeza, a população se lembrará de mim, pois acredito que o trabalho que pretendo desempenhar ainda não tenha sido feito antes”, destaca.

img_9965-1479410689

Já havia tentado se eleger nas eleições de 2004 e 2012. Qual o principal interesse na política? O que o fez insistir na candidatura? Em 2004, eu estava envolvido com a Educação Municipal, junto à administração do prefeito Luiz de Faveri, ministrando aulas na EMEF Francisco Cardona e desenvolvendo meu trabalho com jovens e adultos. Neste período, vi a grande necessidade de desenvolver projetos que levassem os jovens a estarem ocupados durante o dia e não tivessem contato com drogas ou criminalidade, especialmente projetos que facilitassem o acesso ao ensino profissionalizante, inexistente na época.  Em 2012, bem mais ciente dos problemas da sociedade nogueirense, retomei o projeto com muita seriedade. O meu maior interesse na política já visava poder ajudar mais as pessoas, propondo soluções para problemas em diversas esferas sociais, na busca uma vida mais digna ao povo que hoje sofre com a falta de investimentos, principalmente na saúde e na educação. Não tenho interesse em me promover, trabalho há 39, sendo 20 na educação.

Quais são seus projetos com relação à educação em Artur Nogueira? Sou professor efetivo na rede estadual de ensino, mas tenho conhecimento também da educação municipal, pois recebemos os alunos no ensino fundamental II. Embora Artur Nogueira tenha alcançado índice de 6,5 no IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – o que é uma ótima nota, não é garantia que todos os alunos tenham se desenvolvido adequadamente, algo que qualquer pessoa pode constatar. Somente um trabalho com seriedade e comprometimento e recursos pode dar sustentação ao processo da aprendizagem e do conhecimento. Pretendo buscar estes recursos junto ao governo estadual e federal para investi-los na educação, valorizando os profissionais da educação, o que lhes dará maiores e melhores suportes para desenvolvimento mais eficaz de suas funções, fazendo valer os seus direitos. Isso possibilita o melhor cumprimento dos deveres. Não vou medir esforços para trazer recursos para a educação.

img_9975-1479410692

Qual sua avaliação sobre o resultado da nova composição da Câmara? Não podemos negar que o atual cenário da política no país influenciou no resultado, além disso, uma porcentagem significativa da população nogueirense ansiava por renovação e trabalhou para que ela acontecesse. O resultado demonstrou mais maturidade política por parte da população. Acredito no trabalho de um legislativo autônomo e, independente de partidos, os vereadores eleitos precisam pensar na sociedade com um todo. Acredito na honestidade e na competência dos eleitos e quero acreditar que todos, sem exceção, irão trabalhar para o crescimento de nossa cidade.

Quais as suas principais preocupações para o início do mandato? Na verdade o “novo” provoca impacto e expectativas. O legislativo será o início de uma caminhada para mim, que eu espero que seja longa e principalmente frutífera para nossa cidade, por este motivo estou me preparando para o novo desafio. O que mais me preocupa no momento é que em nossa cidade, parte da população enxerga o vereador como um assistente social e não como um legislador que tem o comprometimento com toda sociedade e não com um grupo específico.


“Parte da população enxerga o vereador como um assistente social e não como um legislador”


O senhor visa lançar candidatura como presidente da Câmara? Não serei hipócrita! Respeito todos os colegas eleitos e reconheço que oito chegam à câmara com maior representatividade, mais votos que eu; no entanto, sei que estou preparado para este desafio e minha candidatura está à disposição para ocupação do cargo. Entretanto, independentemente deste fato, vou trabalhar com afinco, com determinação para representar com dignidade e competência não só os meus eleitores, mas toda população.

img_9999-1479410697

Qual a sua avaliação sobre a administração Capato? O Celso Capato é político experiente e possui muita influência no meio político. Com os recursos em mãos e com o apoio que tinha, realizou projetos que sob seu ponto de vista eram importantes, mas alguns setores, como a saúde,  por exemplo, não receberam os recursos necessários para atender nosso povo.

O que espera da administração Vicensotti? Trabalhamos na campanha apresentando um projeto de renovação e comprometimento. Tenho certeza que a administração nos próximos quatro anos visará benefícios comuns a todos. Sei que será um trabalho árduo, mas tenho certeza que o faremos com eficácia e eficiência. Temos o apoio dos governos estadual e federal – o que será um diferencial. Como vereador da base do prefeito, vou zelar para que as propostas feitas durante a campanha sejam cumpridas, levando sempre em consideração a relevância de cada uma.


“Vou zelar para que as propostas feitas durante a campanha sejam cumpridas”


Quais áreas pretende focar e como fará isso? Meu trabalho na câmara terá uma visão sistêmica, ou seja, vou procurar ter olhares que envolvam nossa cidade como um todo. Hoje, é do conhecimento de todos que temos sérios problemas, como falta de empregos, falta de moradias, limitações nos recursos hídricos e ineficiência na saúde. Com o apoio do executivo e com o apoio de meus pares na câmara, vou trabalhar incansavelmente para minimiza-los. Além disto, vou procurar ter agenda nos bairros para tomar conhecimento dos problemas mais locais e pontuais, diretamente com os munícipes, para buscar soluções para os mesmos.

img_9988-1479410694

O senhor é natural de Rondonópolis (MT). Há 17 anos mora na cidade. O que o trouxe a Artur Nogueira? Vê potencial no município? Sou natural de Rondonópolis (MT), mas antes de chegar a Artur Nogueira residi 23 anos em Mauá (SP), cidade de aproximadamente 500 mil habitantes. A busca por um lugar mais tranquilo, menos agitado e conciliado com a oportunidade alcançada por mim e por minha esposa (Profª Ilza) de trabalharmos em Artur Nogueira no funcionalismo público estadual, foram fatores determinantes para nos fixarmos aqui. Mesmo tendo conhecimento de que nosso município possui o quinto menor PIB (Produto Interno Bruto) por habitante da região metropolitana de Campinas, considero que tem grande potencial de crescimento, no entanto se não houver investimentos e trabalho sério, certamente ficará estagnada.


“Considero que Artur Nogueira tem grande potencial de crescimento”


Qual será o diferencial do professor Adalberto na Câmara dos Vereadores? Sempre desenvolvi meu trabalho com amor e dedicação, o máximo de competência possível. Na câmara municipal não será diferente. Minha proposta foi a de “fazer a diferença”,  tenho o compromisso de honrar os votos que recebi e vou dedicar-me para isto. Podem esperar um trabalho ético, coerente, responsável e acima de tudo, honesto. Como professor e também como pastor auxiliar da Igreja Assembleia de Deus – Madureira,  tenho este compromisso com todos.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.