14/09/2016

Programa reduz em até 85% custo para castrar animais em Artur Nogueira

Programa conta com sete veterinários em parceria com a Secretaria de Saúde.

Rui do Amaral

cachorro-e-medico-veterinario-1473791890

Castrar animais domésticos pode parecer simples, porém os gastos com veterinário, medicamento e instrumentos fazem com que o serviço pese no bolso de quem deseja realizar o procedimento. Em Artur Nogueira, segundo informações da Secretaria de Saúde, o valor para se realizar a castração de um cão ou gato, por exemplo, pode chegar a R$ 400. Considerando que o método é um importante meio de se evitar o abandono de animais e uma ferramenta eficaz na prevenção de diversas doenças, a Secretaria de Saúde, em parceria com sete veterinários do município, iniciaram na última semana um programa que reduz em até 85% o valor para castrar o animal de estimação.

O programa de redução de custos para a castração de cães e gatos (machos e fêmeas) deve realizar o procedimento em até 100 animais mensalmente (distribuídos entre os veterinários). Os interessados em levar seu cão ou gato poderá escolher o profissional de sua preferência, que encaixará o animal em uma agenda. O dono do bichinho paga apenas os valores de medicação, o que faz com que o custo diminua consideravelmente. Para se ter uma ideia, o valor cobrado para castrar um cão de médio porte pode chegar aos R$ 400, sendo que no programa da Secretaria de Saúde custará em torno de 50 reais.

Caso o veterinário escolhido já tenha preenchido a agenda, o dono poderá remanejar o procedimento para o mês seguinte ou até mesmo escolher outro profissional entre os que aderiram ao projeto. Caso faça questão de castrar o animal no mesmo mês e com o mesmo veterinário, o custo será cobrado normalmente (sem o subsídio da Prefeitura).

Veterinários inscritos no programa
Dr. Mario Pires Cardoso Júnior
Dr. Luiz Carlos Sia
Dr. Augusto Paes
Dr. Rafael Boer
Dr. Fábio Caetano
Dr.ª Angela Pulz
Dr. Luiz Roberto Delgado dos Santos

Duas exceções podem ocorrer no processo de castração dos animais. Se uma família, que necessite do procedimento, comprovar ao veterinário escolhido que não possui recursos financeiros para arcar com o valor dos medicamentos, o valor não será cobrado. Com relação aos animais de rua, estes também serão castrados e encaminhados aos veterinários via a Rede de Proteção Animal e Ambiental (RPAA).

O programa, a princípio, será fixo no município. O Dr. Flávio Almeida, secretário de Saúde de Artur Nogueira, afirma que no início pode ser que haja uma certa dificuldade em relação a demanda de animais castrados. “Todo projeto, quando implementado, enfrenta uma certa dificuldade que é natural. Neste caso, por exemplo, um animal nunca será castrado duas vezes. Ou seja, a longo prazo, esperamos que o número de animais que cheguem para passar pelo procedimento vá diminuindo”, aponta.

A castração animal previne diversas doenças, principalmente nas fêmeas. Com a castração feita antes do primeiro cio, a fêmea tem apenas 0,5% de chances de desenvolver tumor de mama ao longo da vida. O tumor de mama é a doença mais comum nas fêmeas. Além deste tipo de tumor, a castração diminui drasticamente a possibilidade de o animal contrair qualquer tipo de doença no sistema reprodutor.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.