11/05/2018

Polícia resgata cavalo vítima de maus-tratos em Artur Nogueira

Animal em estado de abandono estava caído num buraco com água e muito debilitado

Da redação

Um cavalo vítima de maus-tratos foi resgatado na manhã desta sexta-feira (11) em Artur Nogueira. O resgate foi realizado no Jardim Sacilotto II pela Polícia Municipal e Vigilância Sanitária (Visa). Moradores do bairro se mobilizaram com a situação do animal e ajudaram na ação.

De acordo com o relato da Polícia Municipal, uma equipe foi acionada via Central de Comunicações para comparecer ao Sacilotto II. A denúncia era de que haveria um cavalo caído perto do Córrego Cotrins. Quando chegaram ao local, os policiais encontraram o animal caído num buraco com água e muito debilitado.

Moradores do local informaram os agentes que o cavalo sempre foi mantido em situação precária. O dono dele, segundo os munícipes, era um adolescente que residia próximo dali. O equino estaria amarrado em uma árvore e pode ter caído em uma poça de lodo ao se desequilibrar, ficando impossibilitado de levantar durante toda a madrugada por estar muito fraco e pela idade avançada.

Os policiais acionaram a Vigilância Sanitária, que enviou agentes até o local. Eles, juntamente com a equipe policial, precisaram fazer muito esforço para conseguir retirar o cavalo da poça em que ele estava. Moradores se sensibilizaram com a situação e ajudaram no resgate. Após a retirada dele, o animal foi medicado para ser reanimado e, aos pucos, responde ao atendimento de um veterinário no local. Ele recebeu medicação e soro.

A mãe do adolescente que é dono do animal foi conduzida até a Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira para prestar esclarecimentos. O cavalo resgatado permanece sob os cuidados da equipe da Visa e poderá ser doado caso o proprietário não tenha condições de continuar o tratamento do animal.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.