12/10/2016

Padroeira do Brasil reúne mais de mil fiéis em Artur Nogueira

Ao término da cerimônia houve uma grande queima de fogos.

A tradicional Missa Solene da Padroeira do Brasil foi celebrada na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, durante a manhã desta quarta-feira (12) em Artur Nogueira. A comunidade, localizada no Jardim Rezek, recebeu cerca de mil fiéis. Juntos entoaram louvores e celebraram uma das datas mais importantes do catolicismo no país. Ao término da cerimônia houve uma grande queima de fogos.

img_2860-1476287038

A programação religiosa tem continuidade às 17 horas, quando acontecerá a Coroação de Nossa Senhora. A cerimônia será realizada na Igreja Matriz, no centro, com a participação das crianças da comunidade. Logo após, os fiéis seguirão em procissão até o Rezek.

O pároco Édson Adélio Tagliaferro afirma que Maria tem um papel importante na salvação. Clique no play abaixo e ouça o depoimento do padre a respeito da padroeira.

Nossa Senhora Aparecida

Era o ano de 1717, quando três pescadores foram encarregados de conseguir peixes para um banquete que ocorreria em homenagem a Dom Pedro de Almeida e Portugal, que na época era governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, e visitava a Vila de Santo Antônio, em Guaratinguetá, entre os dias 17 a 30 de outubro.

Após várias tentativas de pescas sem sucesso, os homens tiraram das águas do rio Paraíba uma imagem de Nossa Senhora que veio nas redes em dois pedaços: primeiro o corpo e em seguida, rio abaixo, a cabeça. Depois que os pescadores colocaram a imagem da padroeira no barco, eles pegaram peixes em abundância e mudaram desta forma a sorte dos pescadores, naquela ocasião. Antes de levarem os peixes para o banquete, entregaram os pedaços da estátua a esposa de um dos pescadores, que reuniu as duas partes com cera a pôs em um pequeno altar. Todos os sábados, a comunidade passou a rezar e a devotar a padroeira.

img_2808-1476287007

12 de Outubro

A festa da Padroeira do Brasil já foi celebrada em diversas datas: dia da Imaculada Conceição (08/12); 5º domingo após a Páscoa; 1º domingo de maio (mês de Maria); 7 de setembro (Dia da Pátria). Mas a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em assembleia geral de 1953, determinou que a festa fosse celebrada, definitivamente, no dia 12 de outubro de cada ano.

Essa data foi escolhida por haver associação com a data do Descobrimento da América, o que não tem tido a necessária explicação, por coincidir também com o Dia da Criança, que rece

be atenção maior. Por ocasião da visita do Papa João Paulo II ao Brasil, o então presidente da República, General João Batista Figueiredo, promulgou a Lei n. 6.802, de 30 de junho de 1980, “declarando feriado federal o dia 12 de outubro para o culto público e oficial a Nossa Senhora Aparecida”, conforme consta no Diário Oficial da União de 1º de julho de 1980.

Com relação ao aspecto religioso, a Festa de Nossa Senhora Aparecida tem o objetivo de reviver o início dessa devoção em outubro de 1717, com o aparecimento da Imagem no Rio Paraíba do Sul.

img_2806-1476287003 img_2810-1476287009 img_2811-1476287011 img_2824-1476287022 img_2815-1476287017 img_2844-1476287029 img_2849-1476287034 img_2855-1476287036 img_2874-1476287042 img_2870-1476287040 img_2878-1476287044


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.