11/11/2016

Morador faz retratação após enviar mensagem sobre posto de Artur Nogueira

Mensagem sobre suposta adulteração na cobrança do combustível gerou prejuízo ao dono do posto

O envio de uma mensagem em um grupo do WhatsApp não terminou bem na tarde desta quinta-feira (10) em Artur Nogueira. O conteúdo divulgado mostrava a foto de uma bomba de combustíveis supostamente adulterando o valor do abastecimento. Junto da foto seguia uma frase onde relatava um “golpe no Shell novo em Artur Nogueira”.

img_97957-1478812827

O proprietário do Auto Posto Roma, único posto Shell da cidade, disse que ficou perplexo quando viu a mensagem. “Estava no posto de manhã quando o técnico que cuida da assistência das bombas me avisou que tinha visto a mensagem. Ele me mostrou e eu não acreditei no que vi. Meus amigos e clientes começaram a me ligar me perguntando se aquilo era verdade”, relata o proprietário Paulo César Sacchi.

Passada algumas horas, Sacchi descobriu o autor do envio da mensagem. O empresário Carlos Roberto dos Santos confessou que fez o envio da mensagem e pediu perdão pelo ocorrido. Por meio de uma retratação, ele explicou o que aconteceu. “Eu recebi uma foto de uma fraude em uma bomba de combustível na manhã desta quinta-feira (10) no WhatsApp do meu celular. Paralelo a isso escutei comentários de que esta fraude teria ocorrido no posto Shell de Artur Nogueira. Após algumas horas, acabei inadvertidamente enviando essa foto com a mensagem para algumas pessoas do meu WhatsApp”, disse o autor do envio.

Arrependido pelo ato, o empresário pediu desculpas ao proprietário do posto. “Em momento algum parei para avaliar a veracidade daquela informação. Só fui entender que a informação era falsa após algumas horas. Sinto-me completamente arrependido e envergonhado pelo ato. Não deveria jamais ter feito isso. Peço desculpas ao proprietário do posto e também a população em geral. Minha intensão não foi prejudicar ninguém”, declarou.

O proprietário do posto disse ainda que teve uma queda no número de clientes após a mensagem circular. “A bomba do meu posto é completamente diferente da bomba da foto. A imagem que ele divulgou mostra uma foto de um posto lá do Rio de Janeiro. Tive muitos prejuízos. Clientes disseram que só vão abastecer quando tiverem certeza que as bombas não estão fraudando o abastecimento. Trabalho há mais de 20 anos com postos de combustíveis e nunca passei por isso. Sempre tivemos a confiança e a credibilidade de nossos clientes. O problema é que quando uma mentira dessas cai na rede social viraliza e perde o controle. O dano que causa fica para sempre”, afirma Paulo Sacchi.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.