15/07/2016

Minha Casa Minha Vida mobiliza profissionais em Artur Nogueira

Famílias iniciaram mudança nesta sexta-feira.

Da redação

As 640 famílias que foram contempladas pelo Minha Casa Minha Vida em Artur Nogueira começam a realizar hoje a tão esperada mudança. Após a última etapa oficial do programa, ocorrida no dia 1° de julho, com a entrega das chaves no próprio residencial, resta apenas aos futuros moradores se mudarem para as novas moradias. Um cronograma montado pela Prefeitura indica os dias em que cada família deve realizar a mudança. Hoje (15), apenas moradores de residências com numeração de final zero poderão se mudar. Muitas pessoas já procuram profissionais de diversos ramos para realizar o transporte dos móveis, construção de muros e montagem dos cômodos.

Com a mudança das famílias que deixam suas atuais casas para se dirigirem às novas residências do Minha Casa Minha Vida em Artur Nogueira, diversos setores profissionais de diferentes áreas são movimentados. No decorrer da semana, algumas famílias que já planejavam a mudança resolveram iniciar certas obras nas futuras moradias. Como as casas seguem o mesmo padrão umas das outras, algumas adaptações já eram esperadas pela Prefeitura e até mesmo pela construtora Ecovita, responsável pelas obras. “É natural que haja alguma mudança e o morador possui esta liberdade”, aponta Cristiano Marinho, funcionário da Ecovita.

capa - Cópia-1468528223

Por mais que muitas famílias tenham iniciado o processo de mudança para as residências já nas últimas semanas, as mesmas devem ocupar oficialmente as novas casas somente a partir desta sexta-feira (15). Segundo o cronograma oficial da Prefeitura, a ordem de mudança dos contemplados possui o objetivo de organizar as famílias de modo que o processo fique mais ágil.

As mudanças devem ocorrer a partir desta sexta-feira (15), vão até o dia 24 deste mês e acontecem em ordem de número das casas. Os contemplados que foram sorteados para residências que possuem o número final zero realizam a mudança hoje. No sábado, as famílias com casas que tenham o número com final um, e assim por diante até o dia 24, quando os habilitados pelo programa que possuem residências com número final nove deverão se mudar.

Silvio Passareli, de 61 anos, possui um caminhão e presta serviços de frete há cinco anos em Artur Nogueira. Passareli afirma que está surpreso com o movimento gerado com as novas moradias. “Já tenho serviço agendado com cinco famílias que pretendem se mudar para o residencial do Minha Casa Minha Vida, e isso que meu caminhão é grande. Normalmente as mudanças são feitas por veículos menores, pelo fato das famílias não terem tantos móveis assim”, relata. Ainda segundo o frentista, alguns colegas que possuem veículos menores estão com um número ainda maior de clientes agendados. “Tem amigos meus aqui que já têm 15 ou 20 famílias agendadas”.

1-1468528347

Contratado por Gisele Aparecida, contemplada pelo programa Minha Casa Minha Vida, o pedreiro José de Paula, morador de Jaguariúna, está construindo o muro da residência da futura moradora. “Estas casas vão gerar um bom serviço para nós e isso é muito bom. Como muitas pessoas têm interesse em construir muros para as casas, conforme vamos realizando o trabalho em uma residência, outros contemplados enxergam nosso trabalho e podem nos contratar, já que vai ter muita casa para pouco pedreiro”, brinca José.

3-1468528443

5-1468528530

Gisele explica que começou a montar os móveis de sua nova casa ainda na tarde desta quarta-feira (13). “Meu dia oficial de mudança é no sábado (16), mas resolvi montar tudo agora, o que inclui a construção do muro e a instalação dos armários da cozinha, da sala e dos quartos. Queremos chegar no sábado com tudo prontinho”, diz a dona de casa.

Assim como Gisele, o novo morador Vanilton Ferreira também realizará a mudança no sábado, e para tanto, a preparação começou dias antes. “Tem que se programar para chegar aqui no dia programado sem mais nada para terminar, apenas aproveitar o lar”, conta animado. Abner Mateus, montador de móveis contratado por Vanilton, vê o programa Minha Casa Minha Vida como uma oportunidade extra de renda em meio à crise. “Ajuda muito. Como todo mundo sabe, está difícil de arrumar trabalho na época em que estamos vivendo. Acaba sendo uma alegria para eles (contemplados) e para nós também”, completa.

6-1468528266


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.