24/11/2016

Mãe registra acusação contra presidente da Apae

Polêmica sobre eleição para nova diretoria da instituição começou há uma semana

Uma mãe de aluno da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Artur Nogueira registrou Boletim de Ocorrência (B.O.) devido a conduta da atual presidente da Apae, Kátia Lages Teixeira, durante sessão ordinária realizada na quinta-feira (17).

Segundo a mãe, Rejene Marana Soares, que também concorre à vice-presidência na chapa de Maria Imaculada da Conceição Viveiros, a atual presidente criou um clima tenso e de motim durante da assembleia.

img_0923-1480013333

Rejene Marana Soares foi até a Delegacia

Kátia teve a chapa impugnada por não ter filho matriculado na Apae. Assim, a presidente abriu a sessão, e logo revelou insatisfação por ter sido impedida de se candidatar. Após a fala dela, no início do encontro, houve bate-boca, acusações e, até mesmo, pessoas chorando. Clique AQUI e relembre.

No boletim, Rejene faz acusações a atual presidente e também a outra mãe. “Kátia estava na porta denegrindo a imagem da chapa e incentivando um motim para que houvesse uma confusão, diante das crianças e pais ali presentes”, descreve. Rejene ainda relatou no B.O. que uma das mães, Paula Geradin, a ameaçou. No B.O., ela relatou que Paula teria dito durante a reunião “que ia pegá-la na rua e bater nela”.

Outro lado

Kátia Lages Teixeira negou que tenha motivado qualquer motim. Ela disse que denunciou sim irregularidades e que os pais precisavam tomar conhecimento. “Os pais mal foram informados que haveria a reunião. Eu apenas falei a eles sobre a injustiça que estão fazendo contra mim e contra a Apae. Não é justo que minha chapa não posso concorrer”, defendeu.

A mãe Paula Geradin também negou a acusação. “Eu jamais ameaçaria alguém. Naquele momento eu apenas defendi meu filho. Eles estão se armando e me acusando de algo que não aconteceu. Não ameacei essa cidadã de nenhuma forma. Tudo isso é muito triste. Eles estão querendo tomar a Apae e estão atacando. Quem está em jogo são as crianças. Eles deveriam ponderar isso”, disse Paula.

Convocação de sessão extraordinária

Após decorrente polêmica, a Comissão Eleitoral da entidade decidiu reabrir inscrições para presidência. Embora vencidos os prazos para concorrer e homologar chapas para a disputa do triênio 2017-2019, está convocada sessão extraordinária para sanar dúvidas e criar nova chapa. A reunião acontece nesta sexta-feira (25), às 19h30, na sede da Apae, localizada na Rua Ernesto Tagliari, 2171, Parque Laranjeiras.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.