23/04/2018

Festival Interno de Judô reúne 350 atletas em Artur Nogueira

Programa comemora sete anos de atividades no município

Em abril de 2011 foi iniciado um trabalho de ensino e aprendizagem de Judô por meio da então Divisão de Esportes da prefeitura de Artur Nogueira. O professor/coordenador, com total apoio do diretor de Esportes e atual secretário de Esportes, Alexandre Chichurra, criou um plano de ação para que o Judô fosse oferecido em longa escala e atendesse principalmente as questões sociais e educacionais. De lá para cá, o desenvolvimento foi tanto que talentos e promessas olímpicas surgiram.

“Em 2010 o professor Rodolpho veio para Artur Nogueira mediante um concurso público para professores de Educação Física. Antes mesmo de eu assumir a Divisão de Esportes, o professor já havia me convencido de quão rico seria o Judô em Artur Nogueira. Uma das primeiras ações que realizei na época foi a viabilização estrutural necessária para que ele pudesse desenvolver seu trabalho. Hoje posso garantir que o Judô é um grande orgulho para mim e para Artur Nogueira”, declara o secretário de Esportes.

Desenvolvido através de trabalhos e pesquisas junto à Universidade Estadual Paulista (UNESP) entre 2003 e 2007, o Projeto Judô Esporte Social iniciou sua luta em Artur Nogueira no Espaço Múltiplo Uso do Bairro Florindo Caetano, encerrando o ano de 2011 com 80 alunos. O Projeto comemora esse mês sete anos de atividades, atendendo atualmente mais de 500 alunos, dispostos em quatro núcleos: Emef Ederaldo Rossetti, Emef Elisyario Del’Alamo, Emef Edmo Wilson Cardoso e no Núcleo de origem.

“Já estava no planejamento apresentado pelo professor Rodolpho a necessidade de expansão, já premeditando a necessidade via demanda. Através de um estudo apresentado pelo professor, identificamos a escassez de alunos moradores de determinados bairros. Entendemos que a distância entre moradia e local de treinamento seria um impedimento. Mediante essa conclusão, o plano de ação era levar o Judô até esses bairros. Através de uma parceria com a Secretaria de Educação e equipes gestoras de Emef’s, isso foi possível a partir de 2013”, comenta o secretário.

Chichurra afirma que tem intenção de construir um centro de treinamento para o projeto. “Atualmente nossa prioridade é a iniciação e aperfeiçoamento. Quero construir um centro de treinamento para que o professor tenha estrutura para continuar o rendimento aqui mesmo”, declara.

Para comemorar os sete anos de atividades, a Emef Edmo Wilson Cardoso sediou o VII Festival Interno. Com a participação de 350 alunos da rede de ensino, o evento realizado no domingo (22) foi prestigiado por centenas de familiares, amigos e amantes do esporte. A mesa de honra foi formada pelo secretário de Esportes Alexandre Chichurra, secretário de Cultura Edésio Lopes, diretora Maria Imaculada, vice diretora Josiane Delgado, diretora Roselena Criveli, diretora Kátia Rossetti Filipini, prof. doutoranda em Educação Física pela Unicamp Carolina Cirino, sensei Norma Takada e Camila Vieira, que foi homenageada por representar Artur Nogueira em Competições Nacionais.

O evento contou com o apoio da Polícia Municipal, Brigada e Secretaria de Saúde. Toda organização, arbitragem e logística do evento foi realizado por uma equipe de 50 alunos considerados sempai (alunos mais graduados). “Agradecemos a Prefeitura através da pessoa do prefeito Ivan Vicenssoti (PSB) pelo apoio que nos é oferecido. Agradeço a cada família que matricula seu filho em nosso Projeto com a ambição que o mesmo se prepare para a vida adulta com dignidade, respeito, autonomia e disciplina. Agradeço imensamente aos alunos e pais que caminham conosco lado a lado, dia a dia. Esses pais sabem de nossos desafios e objetivos e não medem esforços para fazer acontecer. Finalizo mais um evento de nosso Judô muito orgulhoso por tudo isso”, encerra o professor Rodolpho Lavoura.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.