14/11/2016

Entidades de Artur Nogueira esperam por verba de deputado há quase três anos

Cauê Macris anunciou R$ 800 mil em janeiro de 2014

Rui do Amaral

img_0641-copia-1477672333

Há dois anos e dez meses, o deputado estadual Cauê Macris (PSDB) anunciou uma verba de R$ 800 mil destinada a oito entidades de Artur Nogueira (Aidan, APAE, Iefan, Sasan, Adra, Lar Renascer, Terceira Idade e Casa do Caminho). O pronunciamento aconteceu em janeiro de 2014 e a promessa do repasse do dinheiro não foi cumprida até o presente momento. Presidentes das instituições citadas afirmam que os projetos que serão contemplados pela quantia já foram aprovados, o que falta é a liberação do dinheiro. O valor total será dividido igualmente em partes de R$ 100 mil entre as entidades.

Pelos corredores do Lar Renascer, o presidente da instituição, Ivan Rossetti, mostra as melhorias que serão feitas na casa que abriga desde bebês até adolescentes que, por algum motivo, vivem longe de suas famílias. A sala administrativa, que hoje funciona no interior do Lar, será realocada para os fundos do terreno. Segundo Rossetti, o espaço não pode permanecer onde está. “A sala de administração deve ficar fora da casa. Principalmente, para que o espaço não fuja do propósito, que é ser um verdadeiro lar para estas crianças”, declara.

Com o projeto em mãos, o presidente da entidade conta que, após a verba ser liberada, três novas salas serão construídas. “Uma será para atendimento psicológico, outra administrativa e uma terceira para reuniões”, conta. Com as novas unidades, dois atuais cômodos passarão a ser utilizados para alojamento, sendo um berçário e um quarto.

img_9267-1477672485

img_9260-1477672418

Ampliação de alojamentos é um dos projetos do Lar Renascer

Lucas Barbosa, presidente da Instituição Evangélica Filadélfia de Artur Nogueira (Iefan), fala da importância da verba para a entidade. “Seria uma bênção, estamos precisando muito. Nosso projeto também está pronto e regularizado”, confirma.

O presidente do Grupo de Assistência Social de Artur Nogueira (Sasan) também aguarda a liberação. “Os documentos estão todos prontos, vamos reformar nossa cozinha e também um barracão”, afirma. E acrescenta, “o dinheiro que recebemos hoje vem de doações, que mal dá para pagar as contas e os funcionários”. Atualmente, a instituição atende 50 famílias no município.

Deolinda Marchiore, idealizadora da Casa do Caminho, afirma que ainda espera pela verba. “Não dá para perder a esperança. Enquanto o dinheiro não vem, mantemos o projeto e continuamos na expectativa de poder concretizá-lo”, declara.

As demais entidades vivem a mesma realidade: projetos aprovados, mas sem recebimento de verba.

img_9272-1477672549

Promessa

Foi numa quarta-feira do mês de janeiro de 2014, na Câmara Municipal de Artur Nogueira, que o deputado estadual Cauê Macris (PSDB) fez o anúncio: R$ 800 mil destinados a ajudar oito entidades nogueirenses. Na reunião, além do deputado, estiveram presentes os presidentes e representantes das instituições que receberiam a quantia. “Estamos aqui para assumir um compromisso (…). Essa verba será enviada ainda este ano”, afirmou Macris na ocasião.

img_1857-copia-1477672589

Em 2014, deputado anunciou verba para as entidades

Resposta

Em resposta ao Portal Nogueirense, a assessoria de imprensa de Cauê Macris explicou que a indicação da verba de R$ 800 mil já foi realizada pelo deputado. Segundo a assessoria, o pedido agora segue à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, responsável por realizar o pagamento das entidades. “O deputado estadual Cauê Macris tem cobrado constantemente o órgão estadual para o pagamento do recurso. As indicações destes estão devidamente registradas na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e podem ser conferidas nos processos 0276/14 (Apae); 0279/14 (Sasan); 0303/14 (Lar Renascer); 0285/14 (AJA); 2209/14 (Iefan); 0293/14 (Adra); 0294/14 (Aidan) e 0445/14 (Grupo Espírita Amor e Caridade)”, afirma nota enviada pelos assessores do deputado.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.