10/04/2015

11 homens e uma cidade: conheça a história da emancipação de Artur Nogueira

Veja quem foram os 11 homens que lutaram pela criação do município ‘Berço da Amizade’

Por Geso Franco de Oliveira

Ao completar 66 anos hoje, sexta-feira (10), Artur Nogueira se mostra, apesar de nova, uma cidade repleta de histórias fascinantes. Dentre elas, destaca-se o movimento liderado por pessoas influentes à época para emancipação do município.

No início de 1948 uma comissão formada por: Atílio Arrivabene, Raul Grosso, Elysio Quinteiro, Rodolfo Rossetti, José Amaro Rodrigues Filho, Reinaldo Germano Stein, Roberto Amaral Green, Santiago Calvo, Humberto Rossetti, Severino Tagliari e Jacob Stein, tinha como objetivo a elevação do distrito a município. Raul Grosso encabeçava o grupo e toda semana reunia com os demais no porão de sua casa, para viabilizar o projeto.

11

Por várias vezes membros do grupo estiveram na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo em contato com deputados que compartilhavam da mesma ideia do grupo, entre eles Ulisses Guimarães, Antônio Silva da Cunha Bueno e Décio Queiroz Telles entre outros.

No distrito alguns cidadãos eram contra a emancipação, acreditavam não haver condições auto suficientes para o município caminhar com as próprias pernas e se isso viesse a acontecer a lei previa que o novo município emancipado voltasse a condição de distrito, porém, distrito da cidade mais próxima. Neste caso pertenceríamos a Cosmópolis e não mais a Mogi Mirim.

Mas o grupo dos onze formados por valentes homens acreditava ser a emancipação o melhor caminho e o momento era aquele, seguiram em frente sem fraquejar e em 28 de abril de 1948 foi dada entrada na Assembleia Legislativa para o processo de emancipação.

Depois de muitos estudos e trabalhos, em 2 de setembro, a comissão de estatística da Assembleia deu parecer favorável, porém caberia a pequena população de aproximadamente 5.500 pessoas decidir, com a realização de plebiscito marcado para 24 de outubro do mesmo ano.

O grupo dos onze, e outros adeptos à emancipação, correu o município a pé, de bicicleta, etc., abordando todos sobre as vantagens da emancipação. Compareceram às urnas 745 votantes.

No dia seguinte, o grupo dos onze seguiu para Mogi Mirim para acompanhar a apuração, que foi 721 votos favoráveis à emancipação e 24 contrários. No retorno ao município foram recebidos com festa pela população na encruzilhada do cemitério. Houve fogos de artifícios e a Corporação 24 de Junho abrilhantou a vitória.

Artur Nogueira foi elevada a município pela lei nº 233 de 24 de dezembro de 1948, porém faltava eleger o primeiro prefeito da nova cidade. A corrida eleitoral estava aberta.

Em 13 de março de 1949 houve a primeira eleição, Severino Tagliari concorreu com Augusto de Mello Gonçalves, para primeiro prefeito de Artur Nogueira. Tagliari foi eleito com 257 votos contra 211 de Gonçalves.

Do grupo dos onze elegeram para vereadores: Raul Grosso, Jacob Stein e Rodolfo Rossetti. Severino Tagliari tomou posse do executivo em 10 de abril de 1949, há exatos 66 anos.

grupo 11 e3


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.