29/09/2017

Artur Nogueira tem quinto pior índice de desenvolvimento infantil na RMC

Dados foram divulgados este mês pela Fundação Seade

Da redação

Uma pesquisa realizada pelo Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade) apontou que Artur Nogueira teve o quinto pior resultado da Região Metropolitana de Campinas (RMC) no Índice Paulista da Primeira Infância (IPPI). Os dados foram divulgados neste mês e correspondem à variação dos dados coletados entre 2014 e 2015.

Segundo informações do Seade, Artur Nogueira apresentou, entre 2014 e 2015, crescimento de 0,8% na pesquisa. Em um ano, o município saiu de pontuação de 0,667 no índice e foi para 0,672 – classificação “médio baixo”. Dentre os 20 municípios que fazem parte da RMC, apenas Cosmópolis (SP), Indaiatuba (SP), Nova Odessa (SP) e Sumaré (SP) apresentaram resultados piores.

Apesar do resultado ruim em seis municípios, a RMC registrou crescimento no IPPI. A região melhorou os resultados, alcançando a média de 0,773 pontos e a classificação “alta” no índice. Campinas (SP), Morungaba (SP), Engenheiro Coelho (SP), Paulínia (SP), Santo Antônio de Posse (SP) e Vinhedo (SP) tiveram a melhor pontuação na pesquisa em toda a RMC.

O Estado de São Paulo, em contrapartida, apresentou queda de 1,09% nos níveis, indo de 0,730 para 0,722 pontos e obtendo classificação “média” no IPPI.

De acordo com o site oficial do estudo, objetivo do levantamento é refletir a capacidade dos municípios do Estado de São Paulo em promover “o desenvolvimento infantil por meio do acesso aos serviços de saúde e educação voltados às crianças menores de seis anos”.

IPPI: o que é? 

O Índice Paulista da Primeira Infância (IPPI) é um programa institucional da Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP) que tem como objetivo qualificar o atendimento às gestantes e às crianças de 0 a 3 anos e suas famílias, com vistas à promoção do desenvolvimento infantil de forma plena.

O IPPI classifica os 645 municípios paulistas segundo as dimensões saúde e educação. Essa tipologia foi construída a partir de indicadores sintéticos elaborados com base em registros administrativos de periodicidade anual e disponíveis para todos os municípios do estado. Os indicadores sintéticos são independentes para cada uma das dimensões, referindo-se a esforço e resultado, para a dimensão saúde, e cobertura e qualidade, para a dimensão educação.

Prefeitura

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Artur Nogueira, a Secretaria de Saúde trabalha “incansavelmente” para melhorar a qualidade no atendimento às gestantes e crianças recém-nascidas do município. “Além disso, em parceria com a Secretaria de Educação, fomos a primeira cidade da Região Metropolitana de Campinas (RMC) a aplicar o projeto Saúde na Escola, com alguns exames e campanhas de conscientização”, afirma.

“Reconhecemos que ainda há muito para se fazer na área da Saúde, mas este ano já conseguimos ampliar o quadro de médicos, aumentando o número de consultas e reduzindo algumas filas de pessoas que aguardavam há bastante tempo por uma consulta ou algum tipo de exame”, afirma o órgão.

Segundo a Assessoria, o compromisso da atual gestão é priorizar o trabalho nas áreas de Educação, Segurança e Saúde.

Leia mais:

Creche de Artur Nogueira recebe projeto Saúde na Escola

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.