10/12/2016

Artur Nogueira melhora posição no Ranking Ambiental Paulista

Dados foram divulgados pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente

Daniela Fernandes

Artur Nogueira é uma das cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) cuja posição no Ranking Ambiental Paulista avançou. Os dados foram divulgados ontem pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e certificou os municípios que obtiveram os melhores desempenhos durante a gestão do ano de 2016.

matas

Em relação ao ano anterior, o município avançou 116 posições, passando da 342ª posição para a 226ª. No entanto, não recebeu o certificado de Município VerdeAzul, que reconhece o bom controle ambiental e dá garantia à Prefeitura a captar recursos ante o governo do Estado, por intermédio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (Fecop).

Apesar disso, o prefeito Celso Capato fala sobre a evolução de Artur Nogueira no ranking paulista ambiental. E afirma que a ascensão é resultado direto dos importantes e expressivos investimentos realizados pela Prefeitura nos últimos quatro anos. “Primeiramente, investimos na construção de duas primeiras estações de tratamento de esgoto do município; em seguida, no desassoreamento da represa do Cotrins e, por fim, na ampliação da captação e do tratamento de água do sistema público de abastecimento”, enumera.

ETE 2_5bae8055f4fcb405846c90a9e60ef0e556411bc7

A nota da avaliação ambiental é dividida em área referente a esgoto tratado, resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, qualidade do ar, estrutura ambiental e conselho ambiental. Segundo o Estado, as avaliações separadas por itens serão divulgadas na próxima semana.

O poder executivo municipal está otimista e acredita que com certeza haverá uma evolução para os próximos anos. “Muitos dos investimentos feitos agora para a preservação do meio ambiente irão proporcionar inúmeros bons frutos no futuro, tenho certeza”, garante o prefeito. E reflete que as boas políticas públicas precisam sempre prever os impactos ambientais e sociais “para que não coloquem em risco o bem-estar das futuras das gerações”.

ciclovia2

Nesta sétima edição do Programa Município VerdeAzul, 118 municípios foram certificados, contra 67 do ano anterior. A nota média também teve um acréscimo de mais de um ponto, de 85,5 para 86,9. Botucatu foi a cidade que mais se destacou, com nota 98,02.

Confira a tabela abaixo com as cidades da RMC no ranking ambiental:

CIDADEPOSIÇÃO 2016NOTA 2016POSIÇÃO 2015
Americana24ª90,5661ª
Artur Nogueira226ª43,42342ª
Campinas12ª93,735ª
Cosmópolis600ª-0,06271ª
Engenheiro Coelho313ª21,14406ª
Holambra70ª80,46111ª
Hortolândia138ª64,01101ª
Indaiatuba43ª86,16162ª
Itatiba122ª68,2451ª
Jaguariúna30ª88,7436ª
Monte Mor210ª47,07280ª
Morungaba239ª40,5288ª
Nova Odessa39ª87,3439ª
Paulínia453ª9,825155ª
Pedreira428ª10,59430ª
Santa Bárbara82ª79,3393ª
S. Antônio297ª23,84355ª
Sumaré177ª55,38207ª
Valinhos429ª10,59472ª
Vinhedo77ª80,0340ª


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.