17/09/2016

Alunas de Artur Nogueira falam sobre participação em semifinal do EPTV na Escola

Estudantes do Colégio Anglo concorreram com outras 30.553 redações participantes.

Diego Faria

img_0097-copia-1474047874

Foram divulgados nesta quarta-feira (14) os nomes dos estudantes classificados na 17ª edição do concurso de redações EPTV na Escola. Entre os escolhidos estão duas alunas do Colégio Anglo, de Artur Nogueira, Iara Zanetti Schwaz e Nicoli Tammy Nagau, do 9º ano do ensino fundamental. Elas fazem parte dos 118 finalistas no concurso que contou com mais de 30 mil redações escritas em sala de aula.

O tema escolhido para o concurso EPTV na Escola foi: “O Brasil que eu vou ajudar a construir”. O intuito do concurso é fazer com que os estudantes reflitam sobre como podem colaborar para o futuro do país. Ao todo 49 municípios localizados no interior de São Paulo e Sul de Minas Gerais participaram do concurso que contou com 30.553 redações de alunos matriculados em escolas municipais, estaduais, particulares, do SESI e do Educação Jovem e Adulto (EJA). Destas, 1.636 foram pré-selecionadas e, por fim, 118 ficam classificadas como semifinalistas.

img_0082-copia-1474047860

Os títulos escolhidos para as redações propostas pelas alunas de Artur Nogueira foram “Eu acredito”, de Iara Zanetti Schwaz, de 14 anos, e “Heróis do Brasil”, de Nicoli Tammy Nagau, de 16 anos. Elas estão entre as semifinalistas do concurso EPTV na Escola 2016. As alunas cursam o 9º ano do ensino fundamental no Colégio Anglo. “Fiquei emocionada em saber que minha redação foi selecionada. Sei que o Brasil não está em uma situação fácil, mas eu acredito no nosso futuro e a gente pode mudar se cada um fizer a sua parte”, afirma Iara.

Para Nicole, além de ser uma satisfação participar do concurso, concorrer à semifinal é mais motivador ainda. “Tiveram muitas redações e só de estar na semifinal é uma alegria muito grande. O meu título é um tema atual, resolvi comparar os problemas enfrentados no Brasil aos poderes dos super-heróis,” explica.

img_0095-copia-1474047863

A diretora do Colégio Anglo de Artur Nogueira, Vivian Dutra, relata que as redações elaboradas pelas estudantes refletem os valores ensinados dentro de sala. “Se analisadas as redações das alunas, é possível notar que elas contextualizam o tema proposto muito bem, agregam valores e caráter, pontos importantes e que são trabalhados a fim de que esses alunos façam a diferença para um Brasil melhor”, relata.

Paulo Munhoz, professor de português e redação das alunas que também orientou no processo de produção das redações, relata ser uma gratificação representar mais uma vez Artur Nogueira no concurso EPTV na Escola. “Avalio que o nosso trabalho vem sendo um sucesso, estamos pelo sétimo ano consecutivo em classificação no concurso, já alcançamos o primeiro lugar em outra edição e está se tornando uma tradição a nossa participação. O jovem é movido a desafios e a alcançar metas. Essa é a proposta e acho que o objetivo está sendo atingido”, pontua Munhoz.

img_0102-copia-1474047876

Os textos escolhidos para a semifinal devem ser avaliados por uma nova comissão, composta por profissionais da área educacional. A próxima etapa do concurso irá escolher as 10 redações vencedoras, sendo divulgadas dia 21 de outubro.

Premiação

A premiação prevista para os ganhadores do concurso EPTV na Escola foram estabelecidas da seguinte forma:

Para os 10 vencedores, um televisor HD; professores orientadores dos finalistas do concurso, um tablet; para o diretor da escola do 1º colocado, um tablet e a escola do 1º colocado, um data show.

Os 10 alunos e os respectivos orientadores também recebem o Certificado de Participação e classificação no concurso EPTV na Escola. Se por ventura o professor acompanhar mais de um aluno no concurso e fique entre os 10 finalistas, ele receberá apenas um prêmio.

.……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.